Idioma: PortuguesEnglishSpanish
Idioma: PortuguesEnglishSpanish

Saiba como se preparar para as contas de janeiro

Janeiro é muito conhecido por ser o mês das despesas. Muitas pessoas acabam não conseguindo se organizar da maneira como deveriam e deixam de lado os lembretes sobre contas importantes que podem vir a pesar no bolso caso atrasem. Por isso, é necessário ter em mente algumas saídas para não ser pego pelo ciclo das dívidas.

Além das contas tradicionais, como de água, luz e internet, outras despesas acabam surgindo para ocupar uma boa parte do salário. Seja a renovação da matrícula da escola ou da faculdade, IPVA, IPTU, além dos parcelamentos que podem ter sido feitos graças às festas de fim de ano. Veja, abaixo, como se preparar para os gastos adicionais.

Contas de janeiro: realidade dos brasileiros

Todos os anos, as despesas obrigatórias surgem no mês de janeiro e acabam por levar boa parte do décimo terceiro salário, bem como do pagamento tradicional dos brasileiros. No entanto, mesmo com esse aviso prévio, é dito que apenas 9% da população está preparada para enfrentar esse gasto, segundo dados do CNDL (Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas).

Ainda segundo os dados desta pesquisa, apesar de poucas pessoas afirmarem não ter o valor necessário para quitar suas dívidas obrigatórias, os números afirmam que cerca de 31% das pessoas fizeram, em 2019, uma reserva financeira para não acabar se endividando.

Com base em uma entrevista realizada pela CNDL, 31% das pessoas que foram entrevistadas assumem ter guardado uma parte de seu décimo terceiro salário para não acabar deixando de pagar as despesas obrigatórias. Além disso, 24% dos entrevistados abriram mãos das compras de fim de ano.

Outro dado que mostra a preocupação dos brasileiros para com as suas dívidas é o de que 19% dos entrevistados acabaram fazendo um trabalho extra para conseguir ter dinheiro o suficiente para começar o ano sem nenhuma despesa a mais. O ideal é que, quem não possui o valor suficiente para pagar as contas, o valor do pagamento seja parcelado.

Contas a serem pagas em janeiro

Dependendo do planejamento financeiro de cada pessoa, as contas em janeiro podem ser maiores ou menores. Escola dos filhos, plano de saúde, IPVA e IPTU. Além disso, multas de trânsito também podem acabar sendo incluídas no pacote.

Por isso, o melhor a se fazer é ficar por dentro de todas as contas que precisam, obrigatoriamente, ser pagas no início do ano. Acompanhe, abaixo, quais são elas e como pagá-las antes do fim do prazo.

Como pagar o IPTU?

O Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) é um imposto que está diretamente voltado para as propriedades que tenham construção em meio urbano. Sendo assim, deve ser cobrado anualmente de todos os proprietários, seja de casas, prédios ou estabelecimento comerciais posicionados nas cidades. O contribuinte deverá pagar pelo número de imóveis registrados em seu nome.

O IPTU é inteiramente calculado com base no valor venal de um determinado imóvel, o que representa o valor da propriedade que é determinado pelo Poder Público. Acima desse número, é aplicado o valor das alíquotas, bem como descontos e acréscimos que podem ser definidos por cada município.

O IPTU pode ser pago tanto por meio da divisão da parcela ao longo do ano quanto por pagamento à vista. Essa definição poderá caber ao contribuinte, dada a disponibilidade financeira do mesmo. O prazo para o vencimento será definido pelo proprietário do imóvel, variando entre os dias 9 e 14 de cada mês.

Como pagar o IPVA?

Em todo o começo de ano, a época de se preocupar com o pagamento do Imposto sobre Propriedade de Veículo Automotor (IPVA) acaba surgindo. Os valores podem variar bastante de estado para estado, mas segue sendo obrigatória a quitação do imposto.

Da mesma maneira que os valores são diferentes em cada região, as datas de pagamento também. O estado divulga, no mês de dezembro, os dias em que o imposto precisará ser pago. Algumas das opções de pagamento oferecem desconto e parcelamento para quem foi “pego de surpresa” logo no início do ano.

Para que o pagamento do IPVA possa ser efetuado, é necessário que o pagador se dirija até uma agência bancária credenciada com o número do Renavam em mãos. Além disso, também será possível fazer o pagamento por meio virtual, em um internet banking, ou por caixa eletrônico. As casas lotéricas também aceitam a quitação.

Dicas para pagar as contas em dia

Ainda que os pagamentos de impostos sejam um pouco pesados para o bolso, é possível se organizar para pagar cada centavo da dívida. Por meio de algumas técnicas simples do dia a dia, não será mais necessário se preocupar. Confira, abaixo, quais são elas:

Planilha

Como o ano novo requer um novo tipo de planejamento, o ideal é aproveitar o ritmo lento para refazer as suas contas e colocar todas as despesas no papel. Assim, será possível identificar o valor da sua renda e quais são os débitos que precisarão ser quitados.

Organizar uma planilha com todas as despesas que o esperam logo em janeiro é o ideal para ter uma visão mais realista. Assim, os gastos não ultrapassarão os limites da sua renda e, ainda assim, com organização, será possível separar um dinheiro para possíveis despesas.

Juros

Caso precise fazer alguma compra parcelada, o ideal é eleger uma opção com juros e descontos. Por isso, antes mesmo de introduzir os dados do seu cartão, veja se vale à pena fazer essa escolha ou se, em outro lugar, é possível conseguir pagar um preço acessível e, ao mesmo tempo, evitar cair nas ciladas dos juros acumulados.

Além disso, é válido ficar atento ao cheque especial. Por ano, os juros podem chegar a um valor de 151,8%.

Parcele suas contas de janeiro com a Zignet

Pelo site da Zignet, você consegue pagar todas as suas contas por meio do parcelamento. Em muitos casos, como o IPTU e o IPVA, dividir em parcelas pode ser ainda mais vantajoso do que pagar à vista.

Pela plataforma, ainda é possível consultar débitos veiculares, pagar multas atrasadas em até 12 vezes no cartão, além de contar com um ambiente extremamente seguro para navegar.