Segurança no trânsito: Faça o seu papel e evite acidentes

Segurança no trânsito: Faça o seu papel e evite acidentes

Prezar pela segurança no trânsito não é dirigir apenas para você, mas para todos que ali estão. O bom motorista sabe que em seu caminho pode encontrar condições adversas de clima, condutor, via ou veículo. Portanto, também deve saber se comportar nessas situações.

Mesmo os locais que apresentam grande acesso à sinalização, podem ser palco de eventuais acidentes se o condutor não souber realizar procedimentos defensivos de direção.

Nesse sentido há uma diversidade de medidas que poderão ser tomadas para garantir maior segurança em qualquer eventualidade. E é justamente sobre essa questão que discutiremos hoje, trazendo mais informação e esclarecimento sobre os assunto.

Adiante abordaremos os seguintes tópicos:

  • Cenário da segurança no trânsito do Brasil (acidentes, dados, etc.).
  • As principais causas de acidentes no Brasil.
  • Habilidades que vão colocar você no controle do trânsito.
  • Mantenha-se focado.
  • Mantenha-se alerta.
  • Cuidado com os outros (pedestres, ciclistas, etc.).

Cenário da segurança no trânsito do Brasil (acidentes, dados, etc.)

O índice de ocorrências de mortos e feridos em acidentes de trânsito em nosso país é alto. No Brasil, esse é um problema tão grave que impacta os investimentos federais com saúde pública. Todos anos são elevados os custos hospitalares e cirúrgicos necessários para cobrir os tratamentos para acidentes de trânsito.

Segundo o Ministério da Saúde, somente no ano de 2015, houve um total de 38.651 mortes causadas por acidentes de trânsito. Essa quantidade colocou o Brasil em quinto lugar no ranking de países no mundo com a maior quantidade de acidentes.

Diante desse cenário, uma Lei Federal entrou em vigor no país endurecendo as penalidades para acidentes fatais ou com vítimas cujas lesões foram graves.

Agora, as penalidades que podem levar à prisão são ainda mais graves quando há comprovação da influência do álcool ou substâncias psicoativas durante a condução do veículo que causou o acidente.

Principais motivos dos acidentes de trânsito no Brasil

Segundo a FGV, os acidentes graves envolvem especialmente os motociclistas. A falta de de técnicas de direção defensiva, a circulação de motos no corredor entre as faixas e as altas velocidades, somados à falta de proteção são causas recorrentes de mortes e lesões, como a amputação de membros.

O uso de álcool e drogas está diretamente ligado à ocorrência de acidentes de trânsito com motos, carros e caminhões.

Trechos perigosos das rodovias brasileiras, curvas sinuosas, terrenos íngremes e condições climáticas também aumentam a média de acidentes.Por último a falta de atenção do motorista ao dirigir.

Ainda vale ressaltar que alguns desses motivos não não ocorrem apenas no Brasil. A falta de atenção causada pelo uso de celulares, por exemplo, está se tornando uma das principais causas de acidentes no mundo.

Afinal, mesmo que você seja “multitarefa”, não há como desviar de obstáculos inesperados, os quais eventualmente surgem no caminho, se não estiver com sua atenção direcionada ao trânsito.

Habilidades que vão colocar você no controle do trânsito

Neste tópico falaremos sobre os princípios da direção defensiva.

Se você já dirige sabe que não é raro lidar com alguma condição climática desfavorável, um motorista imprudente ou uma via mal asfaltada, portanto é importante conhecer métodos que podem ajudar a manter o controle nessas situações.

Além disso, prevenir acidentes sempre é melhor do que lidar com danos aos veículos ou às vidas das pessoas que estão com você ou com o outro condutor.

Confira adiante alguns princípios fundamentais de direção defensiva que farão você conduzir o seu veículo com mais segurança.

Mantenha sua atenção na direção e no trânsito

A condução de um veículo é uma tarefa que exige atenção. Quando você estiver dirigindo, é essencial ter foco sobre as condições do trânsito, da estrada, carros ao seu redor, etc.

Portanto, não fale ao telefone nem coma durante a direção. Para reduzir o risco de acidentes é necessário manter atenção total ao volante.

Muitas pessoas por terem dirigido por muitos anos sem que nada acontecesse ficam confiantes demais sobre suas habilidades de direção e acabam se tornado “relaxados”.

Se você se enquadra nesse grupo lembre-se que, por mais que seja um bom motorista, você não está sozinho no trânsito.

 

Mantenha-se sóbrio na direção

Isso não se limita a não estar sob a influência de álcool ou drogas, nem com sono ao dirigir.

A capacidade de se manter alerta lhe permite reagir rapidamente. Imagine um motorista que está à sua frente e freia repentinamente. A sua capacidade de reação nesse caso vai definir se você vai frear a tempo ou baterá na traseira do veículo a frente.

O mesmo vale se você estiver diante de um motorista que não respeita a passagem preferencial no trânsito.

Enfim, nunca dirija se você não estiver em condições sóbrias.

 

Saiba se antecipar

Manter-se alerta não é somente estar sóbrio e descansado durante a condução do veículo. Também é preciso saber quando e como você deve se antecipar à alguns perigos que estão ou possam ocorrer ao seu redor.

Direção defensiva é isso. Significa estar sempre atento e com a consciência de que algo pode influenciar outras pessoas a cometerem erros no trânsito. Dessa forma, cabe a você estar pronto para reagir e evitar um acidente.

Pense na segurança em primeiro lugar

Se você tiver a tendência natural de ficar desatento(a) ou até de fazer muitas tarefas ao mesmo tempo, policie-se enquanto dirige.

Faça um checklist, garanta que seu cinto esteja colocado, os pneus calibrados, etc. Durante o período de condução tudo deve estar em ordem para evitar ao máximo o desvio de atenção.

Ao dirigir também pense na importância da sua integridade física. Isso porque ver sua notificação do celular não pode ser mais importante do que uma vida.

 

Cuidado com os outros (pedestres, ciclistas, etc.)

Mesmo com faixas de pedestres e áreas específicas para ciclistas sempre haverá pessoas cruzando as ruas fora desses locais.

Isso vale para todos os casos, portanto esteja sempre alerta. Caso veja um ciclista ou um pedestre no caminho, diminua a velocidade, mesmo que esteja em sua preferencial.

Atente-se para a presença de pessoas ao redor do veículo e para suas prováveis reações. Alguns pedestres podem ter reações que fogem dos padrões de segurança. Além disso, você nunca sabe o que uma criança que está andando no entorno da rua irá fazer.

Diminua a velocidade, ande sempre na sua própria faixa, não faça ultrapassagens indevidas e, para evitar acidentes, esteja sempre de olho em pedestres, ciclistas e até outros condutores que possam estar em desacordo com as leis de trânsito.

 

Conclusão

Como diz aquele ditado: "prevenir é melhor do que remediar". Evitar acidentes é sempre o melhor caminho, mas para isso é necessário que você adote técnicas de direção defensiva.

Você gostou do nosso artigo? Não esqueça de deixar o seu like e compartilhar com todos. Até a próxima.