Idioma: PortuguesEnglishSpanish
Idioma: PortuguesEnglishSpanish

O seu IPVA atrasado pode virar dívida ativa, cuidado !

De acordo com dados da Secretaria da Fazenda e Planejamento do Estado de São Paulo, cerca de 1 milhão de proprietários de veículos estão com o IPVA atrasado, em São Paulo, e podem ter o nome incluído na dívida ativa. O prazo é de 30 dias para quitar o débito ou apresentar defesa.

O fim de ano já está aqui, e você lembrou de pagar o IPVA? A situação econômica atual não deixou você pagar o imposto? Pois é. A Secretaria da Fazenda e Planejamento do Estado de São Paulo resolveu dar um novo alerta para os motoristas que estão com o IPVA deste ano atrasado. Quase 1 milhão de proprietários considerados devedores foram notificados pelo Diário Oficial. Ou seja, esses motoristas notificados no Diário Oficial não vão receber a carta em casa. Segundo o governo, essas pessoas têm apenas 30 dias para quitar a dívida ou apresentar defesa. Pior: quem não pagar o que deve, o nome será incluído no cadastro de créditos não quitados e na dívida ativa do estado.
Continue lendo e saiba como pagar o IPVA atrasado e quais as punições para o motorista que não regularizar a dívida, dentro do prazo.

Como saber se o IPVA está atrasado. Ainda dá tempo de regularizar ?

Se você está com o imposto atrasado, é preciso acertar essa conta para evitar alguns transtornos. Mas, se os proprietários de veículos não vão receber as cartas, avisando sobre o débito, como saber se o IPVA está em atraso? A boa notícia é que você pode fazer a consulta pela internet. É rapidinho. Aqui mesmo no site da Zignet você consegue consultar, basta clicar aqui.

É possível verificar pelo site da Secretaria da Fazenda também, preenchendo os dados como, por exemplo, Renavam (Registro Nacional de Veículos Automotores) e a placa do carro ou moto. Constatou o atraso? Quer pagar? Será gerado um boleto. É só baixar o documento e efetuar o pagamento, como achar melhor. Com a Zignet é possível parcelar débitos veiculares em até 12 vezes no cartão de crédito, então se estiver buscando esta opção, clique aqui.

Como pagar o IPVA vencido ou atrasado

Temos mais uma boa notícia para quem está com o IPVA atrasado. Quitar a dívida não é tão complicado como possa parecer. Confira abaixo como fazer:

Passo a passo para realizar o parcelamento através da Plataforma Zignet

1 – Em Parcelamento online, selecione o estado no qual o seu veículo está licenciado.

2 – Preencha o formulário com os dados solicitados como: n° da placa, n° do Renavam, etc. Não esqueça de preencher a opção “Não sou um robô” e clique em consultar.

3 – Em seguida serão exibidas todas as infrações, débitos ou a inexistência destes. Nesta página você pode selecionar as multas e débitos que quer pagar, e aproveitar a oportunidade de parcelar em até 12x no cartão de crédito. Clique aqui para consultar os débitos do seu veículo.

E se tiver qualquer dúvida durante esse processo, poderá se comunicar com a Zignet através do chat no site, por telefone, e-mail ou pelo whatsapp.

 

1 – Tenha em mãos os dados do carro, como a placa e o número do chassi e/ou Renavam.

2 – Clique na opção “Veículo” ou “Infrações”.

3 – Preencha um formulário eletrônico com a placa e o número do chassi e/ou Renavam. Esses dados podem ser encontrados no CRV (Certificado de Registro do Veículo) e no CRLV (Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo). Alguns Detrans pedem o número do CPF ou CNPJ e o número da CNH do proprietário do veículo.

4 – Ao informar os dados, você vai visualizar quais são as multas, a infração, onde e quando foram cometidas. Quando não há multas, o site exibe uma mensagem dizendo que o veículo não possui autuação ou multa nos municípios do estado e nas rodovias federais.

Passo a passo no Detran

1 – Acesse o site do Detran (Departamento de Trânsito) ou da Secretaria da Fazenda.

2 – Preencha o campo de identificação do veículo com o número da placa e o Renavam.

3 – Serão exibidos os seus débitos, inclusive o IPVA vencido ou atrasado.

4 – Logo em seguida, você terá que emitir uma nova GRD (Guia para Regularização de Débitos).

5 – Com a guia em mãos, onde constam os valores de pagamento atualizados e correção monetária (com os cálculos dos juros e multas já incluídos), escolha o modo de pagamento do IPVA.

6 – Há duas opções para realizar o pagamento:

  • Pagar integralmente o valor;
  • Parcelar o débito, com incidência de juros. Para parcelar você deve comparecer à sede da Secretaria da Fazenda e fazer a negociação. Ou pode parcelar, com praticidade de forma on-line, clicando aqui

7 – Se optou pelo pagamento presencial, quite a Guia para Regularização de Débitos numa casa lotérica, num banco ou posto de atendimento da Secretaria da Fazenda.

Atrasei o IPVA. Qual é a multa?

Vai pesar no bolso, não tenha dúvida. O atraso no pagamento do IPVA gera multa diária, além da cobrança de juros por mês. Em alguns casos, o valor pode chegar até 0,33% por dia. A multa diária começa a ser contada a partir do primeiro dia após o vencimento. Também são cobradas multas mensais de 1%.

Consequências do IPVA atrasado

Quem não pagar o IPVA poderá sofrer as seguintes consequências:

  • Ter o nome incluído na lista de devedores do SPC (Serviço de Proteção ao Crédito), Serasa (Centralização de Serviços dos Bancos) e SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito).
  • Redução do Score (pontuação de crédito) no mercado.
  • Aumento na dificuldade de acesso a produtos financeiros, empréstimos, abrir conta corrente em algumas instituições financeiras e até ao recebimento de restituição do imposto de renda.
  • Nome incluído na dívida ativa.
  • Não poderá fazer o licenciamento do carro.
  • Não poderá transferir a propriedade do veículo para terceiros.
  • Ter o veículo apreendido em uma blitz.
  • Poderá ganhar pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH).
  • Poderá perder o veículo em uma execução fiscal.

Como pagar IPVA atrasado de outros anos?

Há casos ainda mais complexos. Por exemplo: se você não pagou o IPVA em anos anteriores. Nesses casos será necessário entrar em contato com a Secretaria da Fazenda para renegociar a dívida. Pode ser que você consiga também parcelar essa dívida. Procure regularizar a situação o quanto antes, já que os valores podem ficar bem elevados. Veja um exemplo:

Se o valor médio do IPVA de um carro popular do ano for de R$ 1 mil, caso você atrase por mais de 60 dias o pagamento do IPVA, terá que desembolsar 20% a mais. Na ponta do lápis: se o IPVA é de R$ 1 mil, atrasando o pagamento por dois meses, o valor poderá chegar a R$ 1.200. Portanto procure regularizar a dívida o quanto antes.

Agora você já sabe como pagar IPVA atrasado e as consequências de não quitar o débito. Não se esqueça de que você tem 30 dias para pagar a dívida ou apresentar defesa. Enquanto isso, simule de forma prática e online as parcelas que se encaixam no seu bolso.
Quer saber mais sobre dívida ativa em São Paulo, preparamos um artigo pra você, clique aqui e saiba mais.