Débitos de veículos no Detran: Veja como proceder

Débitos de veículos no Detran: Veja como proceder

Normalmente, um dos principais débitos que um veículo pode possuir e que nunca zera enquanto não são pagos, são as multas de trânsito e o imposto de IPVA. Com isso, é importante que você saiba como proceder sobre os débitos de veículos no Detran.

As multas de trânsito, como todos sabem, são as penalidades impostas aos condutores flagrados por uma autoridade de trânsito ou radar, transgredindo as normas estabelecidas no Código de Trânsito Brasileiro.

Já em relação ao IPVA, este é um tributo do estado onde todos os donos de veículos devem realizar o pagamento anualmente, sendo que o valor total que é arrecadado pelo imposto é repartido, onde metade fica com o estado e a outra metade com o município em que o veículo fez o emplacamento.

Veja a melhor maneira de proceder em caso de débitos de veículos no Detran

Geralmente, quando você faz a compra ou então vende um veículo, é necessário que esteja preparado para que possa arcar com todos os compromissos financeiros, além de saber como proceder em caso de débitos do veículos no Detran.

Além do IPVA, existe uma lista de preocupações, como o licenciamento, seguro DPVAT ou Danos Pessoais causados por Veículos Automotores Terrestres, além de outras eventuais infrações de trânsito.

Vale ressaltar ainda que se não pagar dos débitos de veículos no Detran, você ficará sujeito de algumas consequências, como multas por atraso e a inscrição na dívida ativa do governo.

Entenda o que são débitos de veículos

Se você pretende saber como proceder débitos de veículos no Detran, então saiba que nem todos têm conhecimento exatamente sobre para que serve cada um dos impostos ou das dívidas que são cobradas. Sendo assim, confira abaixo cada umas delas!

  • Sobre o IPVA: este é o Imposto sobre Propriedade de Veículo Automotor, o qual se aplica a todos os proprietários de veículos pagos anualmente. Nesse caso, é dividido de maneira igual entre estados e municípios os valores que poderão ser usados para os gastos públicos na saúde, segurança, educação e transporte. Vale lembrar que o imposto é sempre calculado conforme o valor do veículo.
  • Em relação ao licenciamento: Tem como objetivo certificar que o veículo se encontra ou não dentro das normas ambientais e de segurança do setor automotivo. Portanto o licenciamento valida o documento, garantindo assim a livre circulação do veículo.
  • Quanto às multas de trânsito: estas são maneiras de punição aos condutores que cometem infrações de trânsito, as quais podem ser classificadas por nível de gravidade, existindo quatro níveis, como leve, médio, grave e gravíssimo.
  • Por fim, o seguro DPVAT: todos os proprietários de veículos precisam pagar um seguro obrigatório, o qual protege vítimas e feridos em casos de acidentes.

Assim, o DPVAT ou Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Vias Terrestres, podem garantir indenizações em casos de morte, invalidez permanente e reembolso para despesas médicas.

Veja como consultar débitos de veículos

Para que você possa consultar os seus débitos de veículos, é preciso que, primeiramente, você tenha acesso ao site da Secretaria da Fazenda ou do Detran do seu estado. No entanto, é possível também que você vá até os pontos físicos, sendo que tais endereços sempre disponíveis nos sites.

Em relação ao IPVA e ao licenciamento, a inadimplência de tais impostos pode implicar em diversas consequências, onde a primeira é o fato de que você não poderá realizar o licenciamento do seu veículo, e não estando devidamente licenciado, o seu veículo fica apreendido.

Além disso, caso o IPVA esteja atrasado, você pode ainda receber um comunicado através do correio tendo um prazo para realizar o acerto da pendência, e caso você não pague, o seu nome irá ser encaminhado para a listagem de maus pagadores dos órgãos de proteção ao crédito.

Quanto ao seguro DPVAT, se você não arcar com tal compromisso, você não terá direito ao seguro em situações de acidentes.

Já as multas de trânsito, caso você não as pague dentro do prazo que foi estabelecido, a multa poderá ser então corrigida com juros e conforme o tempo de atraso.

Veja abaixo como realizar o pagamento de débitos de veículos

Em relação ao pagamento de débitos de veículos, no caso do IPVA, não é preciso que você espere a notificação chegar na sua casa, pois você pode solucionar tudo pela internet. Assim, ao consultar os débitos de veículos, é possível que você escolha entre parcelar ou então pagar a sua dívida à vista.

Uma opção para a quitação de dívida ativa do IPVA, por exemplo, é aderir aos Programas de Parcelamento.

Quanto às multas de trânsito, estas você poderá pagar através da notificação de infração de trânsito até a data do vencimento, caso haja atraso, você pagará pelo valor principal mais os juros.

Além disso, ainda existe o DPVAT, onde para gerar a guia do pagamento, você deve entrar no site da seguradora, colocar os dados do veículo e imprimir o documento.

Confira como funciona o parcelamento de débitos de veículos

Em alguns casos os débitos de veículos podem ficar acima do orçamento de muitas pessoas, no entanto, os motoristas que se encaixam neste perfil podem ficar atentos ao programa de parcelamento de débitos, o qual inclui a possibilidade de parcelamento da sua dívida ativa.

Normalmente, este é um programa que sempre se encontra disponível no site da Secretaria da Fazendo de cada estado, onde possui um prazo para as inscrições..

Com isso, é sempre necessário que você acesse o site para aderir ao programa e também esclarecer as suas dúvidas que sejam referentes a data de inscrição. Ainda vale lembrar que este programa é uma chance de você parcelar os débitos de dívida ativa para quitá-la, além ainda de poder regularizar o IPVA  e licenciamento do veículo.

Na ZigNet, por exemplo, você pode encontrar as melhores condições de parcelamento para quitar os seus débitos de veículos de forma prática, rápida, flexível e segura.