Idioma: PortuguesEnglishSpanish
Idioma: PortuguesEnglishSpanish

Estou ouvindo um barulho quando freio, o que pode ser?

A manutenção regular é extremamente importante para manter todos os componentes funcionando e prolongar a vida útil do veículo. Sendo assim, quando algum problema começa a surgir, ainda que seja um mínimo ruído, é válido ficar em alerta e levar o automóvel a um especialista, antes que algo pequeno se torne um grande estorvo.

Se você está ouvindo alguma espécie de barulho sempre que freia o veículo, é possível encontrar algumas respostas que expliquem a causa desse som. No entanto, ainda que o condutor possua alguma desconfiança sobre o que possa ser, o mais indicado é levar o automóvel para um especialista.

A importância do sistema de freio

Percebendo a importância da manutenção do carro, também é válido relembrar o quão importante é o sistema de freio. Ele está diretamente ligado com a segurança tanto do veículo quanto do condutor, sendo necessário manter todos os seus componentes em boas condições de conservação para evitar acidentes ou a perda do controle durante a condução.

Fique sempre atento. Caso você perceba que o freio do carro esteja fazendo algum barulho, por menor que seja, pode ser que alguma peça precise de uma atenção redobrada. Para que seja possível descobrir quais os problemas, veja algumas causas bem comuns logo abaixo.

Pastilha desgastada

Um dos principais motivos pelo qual o freio emite algum barulho, ainda mais quando esse barulho se assemelha a um assobio ao acionar o pedal, é o desgaste da pastilha. Ela pode estar muito fina devido à grande utilização e precisará ser substituída por uma nova o mais rápido possível.

Na maior parte dos casos, um conjunto de pastilhas poderá durar, mais ou menos, 20.000 ou 30.000 km, podendo variar bastante entre as formas de condução do veículo. No entanto, é importante fazer a substituição das pastilhas em uma quilometragem um pouco menor caso haja algum barulho ou outro sintoma.

Fique sempre de olho na “saúde” do veículo, levando-o para a manutenção do carro sempre que for possível. Os especialistas na área saberão exatamente o que fazer para resolver o problema e, ainda por cima, darão recomendações para cuidar melhor dos componentes.

 
Peças sem qualidade

Nem sempre o freio do seu carro fará barulho por causa de um desgaste prematuro das pastilhas. Em alguns casos, é possível que isso aconteça pela implementação de peças de baixa qualidade no interior do veículo, fazendo com que ele apresente algum defeito antes de um real desgaste.

Sendo assim, leve-o para um especialista com o intuito de verificar se as peças utilizadas em seu interior são originais ou, ao menos, respeitam as especificações de fábrica. Caso esse seja o problema, o ideal é substituí-las de imediato para evitar que outras partes do sistema sejam afetadas.

Disco empenado

Além do barulho já mencionado, ainda é possível sentir algumas trepidações no veículo ao utilizar o pedal ou, até mesmo, frear com um pouco mais de intensidade. O sistema de freios é capaz de operar em temperaturas bastante elevadas e, caso o disco tenha sofrido algum tipo de choque térmico, ele poderá acabar se deformando e empenar.

Esse é um problema muito comum caso o carro tenha entrado em contato com água durante alguma espécie de enchente ou alagamento, problema muito comum nas grandes cidades com engarrafamentos quilométricos. Talvez uma oficina seja capaz de recuperar a peça, mas é bem provável seja necessária uma manutenção em outras partes do carro para substituí-la.

Contaminação do fluido

Outro problema muito comum e que pode estar causando um barulho diferente no seu veículo ao utilizar o pedal de freio é a contaminação do fluido. O fluido do freio é um ponto muito sensível e que precisa de bastante atenção para não contaminar outras partes do carro.

Caso o seu nível fique muito baixo, o sistema de frenagem ficará pouco eficiente para utilização e, consequentemente, mais propício a gerar acidentes. Em casos de carros mais novos, qualquer problema referente ao fluido é apontado no painel, com uma luz vermelha e um símbolo em branco.

Também é possível conferir o manual do condutor para observar quais são os planos de manutenção do carro. Como o fluido está mais sujeito a passar por contaminação e contato com a umidade, o ideal é que o proprietário verifique suas condições e faça a troca por um produto novo, se necessário.

Manutenção do carro e economia

Você sabia que fazer a manutenção do carro pode representar uma verdadeira economia para o seu bolso? Poucos condutores sabem das vantagens desse ato tão simples e obrigatório para manter o veículo sempre ativo e seguro.

Quando a manutenção é realizada, as chances de apresentar algum defeito inesperado são muito menores. No entanto, se o condutor acaba protelando e deixando de lado essa etapa tão relevante, é muito provável que um pequeno problema, com o passar dos meses, acabe se tornando uma verdadeira dor de cabeça.

O que é melhor: fazer a manutenção do carro e verificar todos os seus componentes ou acabar deixando que um problema se agrave e você acabe tendo que pagar muito mais caro para reparar todos os danos?

Manutenção do carro e segurança

Quando um veículo está funcionando de modo inadequado, além de gerar um consumo maior de combustível, ele ainda perderá o desempenho e poderá comprometer a segurança e integridade física, tanto do condutor quanto dos passageiros que o acompanham. Por isso, algumas medidas pequenas poderão fazer uma grande diferença. Sendo elas:

  • manutenção do fluido de freio, permitindo que o freio opere de maneira extremamente livre. Por meio dessa simples manutenção, o fluido será capaz de propagar a força gerada para o pedal, impedindo acidentes.
  • manutenção dos pneus, permitindo que as rodas estejam sempre em bons estados para evitar acidentes nas estradas, especialmente se o condutor precisa dirigir em velocidades mais altas;
  • alinhamento e balanceamento do veículo, visto que o carro poderá passar por diversas oscilações, principalmente em situações de alta velocidade ou com maior demanda de frenagem;
  • manutenção do carro por meio do sistema elétrico, verificando o funcionamento de piscas, luzes de freio, luzes de ré e faróis.

 


Manter a documentação em dia também é uma forma de cuidar do veículo.  Parcele todos os seus débitos veiculares com a Zignet.  Acesse o link abaixo e simule on-line:
https://www.zignet.com.br/parcelamento-de-multas/