Idioma: PortuguesEnglishSpanish
Idioma: PortuguesEnglishSpanish

Entenda o que é direção defensiva e porque ela é importante para sua segurança

Os acidentes de trânsito acabam por tirar diversas vidas diariamente. Na maior parte dos casos, podem estar ligados à falta de preparo dos motoristas, principalmente com relação à direção defensiva. Por isso, cada vez mais o conhecimento acerca desta modalidade de condução é disseminado, visando manter a segurança no trânsito.

No entanto, é importante mencionar que um curso direcionado para a direção defensiva é apenas um dos passos a ser dados, para que as pistas se tornem um local muito mais seguro, tanto para condutores quanto para pedestres.

Entenda um pouco mais acerca desta modalidade abaixo.

O que é direção defensiva?

Tendo em vista que muitas das infrações são ocasionadas por falhas humanas, levando em conta a negligência do condutor, além da imprudência ou a imperícia, a direção defensiva acaba por se tornar uma espécie de alerta e prevenção. Por meio dela, é possível entender mais acerca de um conjunto de medidas que tomam como objetivo diminuir acidentes.

A imprudência é a principal responsável por causar acidentes e por levar o condutor a cometer outras infrações. Para que a taxa seja diminuída, muitos órgãos responsáveis acabaram por criar leis e fiscalizações. No entanto, com um treinamento adequado e a vontade de mudar, é possível transformar o trânsito em algo seguro.

Quando o motorista, em uma situação de risco, toma uma decisão segura, ele garante a prevenção de acidentes tanto para si mesmo quanto para qualquer outra pessoa que esteja no trânsito naquele momento. Seja por fatores naturais ou ocasionados, o mais importante é ter consciência e saber a hora de não pegar a estrada.

Quais são os princípios da direção defensiva?

Para que a prática da direção defensiva seja um sucesso, é preciso que o condutor tenha conhecimento necessário sobre a legislação de trânsito, bem como do domínio de elementos que serão facilitadores para tomar uma boa decisão em atitudes que possam resultar em um acidente.

Confira, abaixo, quais os princípios da modalidade.

Princípio 1: conhecimento

Este primeiro princípio se refere ao conhecimento adquirido por meio do Código de Trânsito Brasileiro. Nele, estão inclusos:

  • leis de trânsito;
  • veículo e equipamentos para transporte;
  • condições adversas que podem ser encontradas.

As condições adversas são aquelas que aumentam a possibilidade de acidentes. Algumas das mais comuns são iluminação precária, condições climáticas desfavoráveis, buracos e sinalizações na via, peculiaridades no trânsito e condições do próprio veículo.

Princípio 2: atenção

O princípio da atenção levará em consideração que o condutor precisa estar devidamente atento e em alerta, para que tenha ação em qualquer uma das situações que possam vir a fugir de seu controle. Assim, ele poderá ser considerado apto para tomar uma atitude de emergência diante de um momento de tensão ou risco.

Isso pode incluir a questão de não se distrair com conversas, fazer uso do celular ou ouvir música muito alta dentro do próprio veículo.

Princípio 3: previsão

Muitas situações desagradáveis podem ser evitadas caso o condutor tenha alguma previsão do cenário. Isso irá implicar que o motorista/piloto antecipe ou preveja algo que venha a fugir de seu controle e, com isso, esteja devidamente preparado para evitar, a todo o custo, algum acidente ou danos ao veículo.

Não é necessário que alguém tenha poderes extraordinários para fazer essas previsões, visto que atitudes simples, do cotidiano, podem prevenir acidentes. Antes de sair de casa, por exemplo, verifique se os pneus estão devidamente regulados ou se há algum equipamento solto na parte inferior do carro.

Mantenha em dia a rotina de manutenção do seu veículo. Jamais dirija sob o efeito de entorpecentes e/ou com sono. Busque informações a respeito do clima do trajeto que irá percorrer. Atualmente aplicativos como Waze são ótimos aliados com informações em tempo real a respeito do percurso. Com pequenos gestos, diversos acidentes podem ser evitados.

Princípio 4: habilidade

O princípio da habilidade toma como ponto de partida a destreza que o condutor, aos poucos, vai adquirindo ao guiar seu veículo pelas ruas. Sendo assim, o princípio pode ser aprendido tanto pela teoria, em sala de aula, quanto pela prática, durante a própria condução.

É necessário que o condutor desenvolva habilidades específicas que o tornem capaz de executar manobras que poderão prevenir qualquer tipo de acidente. Assim, o conhecimento e o controle do veículo se tornarão aliados ao executar alguma manobra que seja vista como emergencial em uma situação específica.

Princípio 5: decisão ou ação

O quinto princípio está diretamente ligado com o fato de o condutor poder tomar uma atitude que esteja relacionada a alguma ocorrência. Sendo assim, sua principal base precisa ser o conhecimento, mas também a habilidade. Isso poderá envolver, ou não, alguma manobra que seja considerada perigosa.

O ideal é que o condutor esteja focado no bom senso. Dessa maneira, se ele observar que pode fazer algo para mudar o rumo de um acidente e agir na hora correta, a melhor decisão a ser tomada é colocar o plano em prática para evitar que alguém se machuque. Em primeiro lugar devem se preservar as pessoas.

Dicas para uma direção defensiva

Assim como foi visto anteriormente, a direção defensiva é extremamente importante para evitar acidentes e, com toda a certeza, manter o trânsito como sendo um local seguro para todos. Dessa forma, quanto mais prática o condutor tiver, melhor será para todos.

Veja, abaixo, algumas dicas para praticar uma direção defensiva.

Sobre o veículo

O ideal é que todos os condutores tenham determinado conhecimento acerca do funcionamento de seu próprio veículo. Para isso, será necessário fazer uma manutenção preventiva, dando maior atenção para os pneus, cintos de segurança, sistema de iluminação, freios e demais componentes.

Sobre o motorista

Para que acidentes sejam evitados, a postura do motorista também conta bastante. Ao guiar um veículo, é necessário que ele não esteja desgastado fisicamente ou emocionalmente. Assim, terá uma boa visualização da via e poderá evitar qualquer colisão ou desvio desnecessário. Para isso, é necessário evitar o uso de celulares, bebidas alcoólicas, drogas ou estar com sono.

Sobre as condições da vida no trânsito

O ideal é que todos os condutores tenham a capacidade de obedecer aos limites de velocidade estabelecidos em uma determinada via. Ficar atento às condições oferecidas pela pista, bem como o tipo de pavimento são apenas os primeiros passos para evitar acidentes.