Idioma: PortuguesEnglishSpanish
Idioma: PortuguesEnglishSpanish

DOC, TED ou PIX: como cada tipo de operação funciona?

Introduzida em 23 de abril de 2002 pela circular n° 3.115 do Banco Central do Brasil, como parte da reestruturação do Sistema de Pagamentos Brasileiro, a Transferência Eletrônica Disponível (TED), permite, desde então, a transferência de recursos financeiros entre pessoas físicas e jurídicas de maneira rápida e segura.

O limite mínimo da TED foi inicialmente fixado pela Federação Brasileira de Bancos (FEBRABAN) em R$5.000,00, porém este valor foi reduzido gradativamente até ser extinto em janeiro de 2016.

Na hora de fazer uma transferência, o ideal é usar TED ou DOC? Muitas pessoas não sabem qual é a diferença entre as transações e agora estão ainda mais confusas com o surgimento do PIX. Cada tipo de transferência possui uma funcionalidade específica, podendo ser mais ágil, ou não. Sendo assim, antes de fazer qualquer tipo de transação por meio da sua conta, confira informações importantes a respeito.

Como funciona a TED?

Realizar uma transferência via TED implica que não há um limite do valor que será transferido, o que infere em uma maior vantagem para o cliente do banco.

Se você está em dúvida sobre escolher entre TED ou DOC, saiba que, assim que você realiza a transferência, o saldo demora cerca de 15 a 60 minutos para cair na conta de destino. Então, se você deseja realizar uma operação rápida e ágil, esta é uma ótima opção.

No entanto, este tipo de transferência possui algumas restrições com relação ao horário, não podendo o cliente realizá-la a qualquer momento do dia. Por ser uma transferência interbancária que é liquidada no mesmo dia, é preciso realizá-la até, no máximo, às 17h, de acordo com o horário de Brasília e em dias úteis (segunda a sexta).

Até o ano de 2016, a transferência possuía um valor mínimo para que pudesse ser efetuada. No entanto, com o passar do tempo, isso foi alterado para dar mais flexibilidade aos clientes do banco, podendo ser zerada. Atualmente, é possível transferir qualquer valor via TED, sem limite máximo.

Como funciona o DOC?

Se você ainda está na dúvida entre TED ou DOC, entenda um pouco melhor sobre o Documento de Ordem de Crédito. Esta é uma opção um pouco mais limitada, que não permite ao cliente escolher qualquer valor para transferência. Seu valor máximo é de R$ 4.999,99.

Para fazer uma transferência via DOC, é preciso saber que ela não irá cair no mesmo dia, na conta de seu destinatário. Ainda que o débito seja realizado quase automaticamente na sua conta, ele levará algum tempo para chegar à conta de destino, o que pode ser um problema caso esteja com pressa.

Entre TED ou DOC, também existe uma restrição de horário para fazer uma transferência por meio do Documento de Ordem de Crédito. No entanto, o tempo que o cliente tem para realizar o envio do valor é um pouco mais amplo, chegando até às 21h59min, de acordo com o horário de Brasília, apenas em dias úteis.

Sendo assim, é possível entender que há diferenças entre os dois tipos de transferências, podendo o cliente escolher qual delas é mais adequada, além de observar os tipos de cobrança efetuadas pelo banco para os tipos de transferência já mencionadas. Atualmente a competitividade do DOC e TED vem sendo disputada com o PIX, modalidade de transferência que já está revolucionando o mercado financeiro.

O que é Pix?

Criado em novembro de 2020 pelo Banco Central do Brasil, o PIX vem conquistando adeptos em uma velocidade impressionante.  Mais de 25% da população brasileira já realizou o seu cadastro.

Em dezembro de 2020, 15% de toda a movimentação financeira foi realizada através do PIX, considerando todos os meios tradicionais de transferência, TED e DOC.

Ao realizar uma transferência através do PIX é possível que a conta de destino receba o valor em até 10 segundos.

Assim como o TED ou DOC, o aplicativo do seu banco já oferece a opção de transferência via PIX. Além disso, a maior parte deles também tem um ícone destacado na página principal do menu, para que a operação seja realizada de maneira fácil, rápida e sem maiores problemas.

Antes de mais nada, você precisará criar a sua chave PIX por meio do aplicativo. Cada banco possui um menu diferente, então o recomendado é que você busque nas abas o nome deste tipo de transferência e clique em “criar chave” ou “adicionar nova chave”. É possível utilizar o CPF, telefone, e-mail ou uma chave aleatória.

Afinal, qual a melhor opção ?

O TED se caracteriza por uma opção rápida de transferência, que cairá no mesmo dia na conta da pessoa para quem enviou, além de não ter um limite de transferência.

Já o DOC serve para aquelas pessoas que não estão com pressa de enviar o dinheiro e possuem pouco tempo para ir ao banco ou realizar a transferência por meio do aplicativo, oferecendo um horário bem mais amplo para que o procedimento seja finalizado. O valor cobrado pelo banco, por esse tipo de transação, também pode compensar, especialmente se o volume de remessas for constante.

Por fim, para não ficar tão confuso nessa competição entre TED ou DOC, ainda é possível optar pelo PIX, um sistema novo, para quem gosta de ficar conectado com o próprio celular e fazer transferências rápidas, que levam apenas 10 segundos para cair na conta!

Para facilitar a comparação, veja abaixo as vantagens e desvantagens para cada tipo de situação:

 PIXTEDDOC
Dias e horários para fazer transferênciasTodos os dias do ano, qualquer hora do diaApenas em dias úteis das 7h30 às 16h (horário do expediente bancário)Apenas em dias úteis das 7h30 às 16h (horário do expediente bancário)
Prazo para pagamento cair em contaInstantâneoNo mesmo dia caso a transferência tenha sido feita durante o horário do expediente bancárioNo dia seguinte ou mais de um dia útil caso o pagamento tenha sido feito depois das 22h
Cobrança de taxaGratuitoEntre contas do mesmo banco não há cobrança, para outras instituições há taxas que variam entre os bancosEntre contas do mesmo banco não há cobrança, para outras instituições há taxas que variam entre os bancos

Quer saber mais sobre o PIX, então confira nosso artigo: Entenda o que é Pix e como ele afeta seu negócio.

https://www.zignet.com.br/entenda-o-que-e-pix-e-como-ele-afeta-seu-negocio/